Noites Calmas, Dias Felizes (prod. DarkSunn)

from by Sarcasmo

/

lyrics

Nasci numa Sexta-Feira 13, tenham medo...
Vou-me perder e morrer cedo, isso não é segredo,
Com ou sem razão não cedo, não devo, eu sou veneno,
Eu não tenho coração, eu tenho um buraco negro
E suga tudo o que se chega perto, não te chegues perto,
Não quero nem tu queres, podes ter a certeza…
Chama-me cabrão, mas 'tou certo que 'tou certo
E acabo para sempre só com um prato na mesa...
Menos loiça suja, menos trabalho pela frente
Ok, menos companhia, mas ao menos mais tempo...
E por mais que tente, agir de forma diferente
Acabo sempre a destruir auto-estimas por divertimento...
'Tou-me a cagar p'ra toda a gente, querida,
Só tive uma mão amiga: a que me deu chapadas da vida!
E curei toda a ferida com fita adesiva,
Para me isolar e proteger dos choques à vista.

Hoje perdi-me no motivo (sim, perdi-me),
Que me levou a mandar-te p'ro caralho e percebi que não o tive...
Mas eu sou livre! Sim, sou livre e
Tomei a liberdade de me ver livre de ti…
Porque…

Sozinho é Noites Calmas...
Tu a arder é Noites Calmas...
Álcool é Noites Calmas...
Eu em sangue é Noites Calmas...
Eu só quero Noites Calmas...
Eu vivo p'ra Noites Calmas...
Porque Noites Calmas, Dias Felizes...

Eu vou saltando com uma corda ao pescoço
De banco em banco, sem razão, só por gozo...
Nem há justificação p'ra tanto esforço
A minha vida não é uma puta, antes fosse...
Só me sinto bem quando não sinto nada,
Nem vejo vida em carne e osso à vista desarmada,
Sozinho é noite calma, comprimidos à parva,
A minha calma não nasceu teve que ser inventada...
Eu invento portas, porque nasci sem paciência,
P'ra suportar o peso da consciência
E por mais que tente agir de forma diferente
Acabo sempre a varrer problemas p'ra debaixo do tapete...
Que seja eu a razão pela qual te vais
É que sou tão negativo que atraio problemas a mais
E afasto pessoas aparentemente sem motivo,
Deixa-me sozinho, ou hás-de morrer na merda comigo...

Hoje perdi-me no motivo (sim, perdi-me),
Que me levou a mandar-te p'ro caralho e percebi que não o tive...
Mas eu sou livre! Sim, sou livre e
Tomei a liberdade de me ver livre de ti…
Porque…

Sozinho é Noites Calmas...
Tu a arder é Noites Calmas...
Álcool é Noites Calmas...
Eu em sangue é Noites Calmas...
Eu só quero Noites Calmas...
Eu vivo p'ra Noites Calmas...
Porque Noites Calmas, Dias Felizes...
(2x)

Na’...
Porque Noites Calmas, Dias Felizes...
Dizem que ressaca mata, mas hoje matei a ressaca…

credits

from Noites Calmas, Dias Felizes, released July 7, 2011

tags

license

about

Sarcasmo Aveiro, Portugal

Sarcasmo olha para o mundo com olhos de descrença e fatalismo e é isso mesmo que (d)escreve, saboreando o travo amargo de cada ironia da vida como se fosse a última; vivendo cada história triste que conta com um sorriso, como se fosse a última.

contact / help

Contact Sarcasmo

Streaming and
Download help